Notícias
03
Jun
2019
Agência alemã quer implantar sistemas de energia solar em escolas municipais de Porto Alegre

Agência alemã quer implantar sistemas de energia solar em escolas municipais de Porto Alegre

Profissionais da Agência Alemã de Cooperação Internacional visitaram, em abril, seis escolas municipais de Porto Alegre, com um objetivo de viabilizar um projeto voltado para investimentos em energia solar na rede municipal de ensino da cidade.

A iniciativa, que também possui apoio do Banco Europeu de Investimento, possui um orçamento estimado em cerca de R$ 50 milhões, a serem captados via financiamento externo.

A meta do programa é fazer com que as 99 escolas municipais se tornem autossuficientes durante o dia com a utilização da energia solar gerada no próprio colégio escola. A radiação solar seria convertida diretamente em energia elétrica por meio de células fotovoltaicas e os estabelecimentos só usariam a rede convencional apenas durante o período noturno.

Até o momento, as vistorias servem apenas como base para verificação de especificações técnicas, que darão suporte para a formatação do projeto básico. A análise envolve também a coleta das informações elétricas relativas ao padrão de consumo, que irá permitir um estudo detalhado para aumentar a eficiência energética de cada escola.

Para o secretário municipal de Educação, Adriano Naves de Brito, o apoio da consultoria internacional, disponibilizada sem custos à prefeitura, é essencial para a busca dos recursos. “O Felicity, a unidade de assessoramento da agência Alemã, tem a expertise necessária para auxiliar na construção de um projeto elegível para a busca de recursos, com larga experiência em medidas que promovem eficiência energética e a integração de fontes de energia renovável”, fala.

Brito ressalta ainda que, além do ganho ambiental, o viés pedagógico também foi pensado neste projeto, com o envolvimento de professores e alunos no controle das medições, integrando também os conteúdos de disciplinas como Matemática e Física.

Portal Solar

Comente essa publicação